Para participar de programa de bolsas de estudos candidato deve ter atingido no mínimo 450 pontos no Enem

Prouni 2019 tem alteração da nota mínima. Agora, candidatos devem ter pelo menos 450 pontos no Enem.

Todo mundo cansado da maratona de provas e quem ficou ligado viu que no Diário Oficial da União, da última segunda-feira (31) a respeito do Prouni 2019. A portaria de número 27 que regulamenta o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2019. E tinha novidades, o Ministério da Educação aumentou a nota mínima exigida dos candidatos.

Para o primeiro semestre, a inscrição Prouni 2019 já vai exigir que o estudante precisa ter no mínimo 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento do Enem. Anteriormente, durante 2018, a pontuação exigida era de 400 pontos e claro, não pode tirar zero na redação.

No documento oficial, claro, tem informações sobre um novo edital previsto ainda para este mês divulgando os prazos de inscrição, seleção e matrícula e terá o número de bolsas disponíveis para o Prouni 2019. Esta portaria foi assinada Educação interino, José Henrique Paim Fernandes, já está em vigor, ou seja, se você tirou menos que 450 pontos, infelizmente já está fora.

Para participar do Prouni 2019, o aluno tem que ter feito a prova Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, entre outros pré-requisitos como renda por exemplo. Quer saber mais sobre bolsas integrais, e parciais pelo Prouni? Dá uma olhada AQUI

Pelo Prouni 2019, você pode estudar nas melhores escolas particulares e se conseguir uma bolsa integral, não vai precisar pagar nada nem durante o curso nem depois. Quem não gostaria?! Pelo MEC, o Prouni já atendeu mais de um milhão de estudantes, e mais da metade com bolsas integrais. É um processo bem burocrático e cheio de regras, mas vale muito a pena!

O acesso ao Prouni é pela nota da prova do Enem, então confira o nosso calendário Enem 2018

– 3 de novembro, 13h – Aplicação das provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; (UFA, já passou!)

– 4 de novembro, 13h – Aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; de Matemática e suas Tecnologias; e da Redação; (UFA, já passou!)

– 7 de novembro – Gabarito Enem 2018; E aí, foi bem??

– 28 de dezembro – Resultado Enem 2018. Já saiu!! Você gabaritou???

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto aí no cantinho do seu computador). E claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua crítica, sugestão e também xingamentos.

Dívida de estudantes chega a R$ 10 bilhões

O FIES é um financiamento estudantil que oferece diversões benefícios aos usuários, sendo assim, o Telefone FIES 2019, pode ajudar a resolver suas dúvidas. Para quem deseja saber sobre o programa e conhecer Telefone FIES 2019, confira o post abaixo.

Telefone FIES 2019: Entenda

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa do governo, que permite financiar os estudos. Através dele é possível ter acesso ao ensino superior nas instituições particulares disponíveis no país.

Atualmente com o desenvolvimento do mercado e a grande procura de profissionais, é essencial qualificar-se. Diante disso, todo estudante precisa acrescentar em seu currículo uma formação diferenciada.

Emissão 2 Via Boleto FIES

Entretanto, ingressar em um curso superior pode ser um sonho de muitos, pois existe alguma dificuldade para conseguir uma vaga. Hoje entrar em uma instituição pública é bastante complicado e as instituições privadas possuem altas mensalidades.

Diante disso, antes de desistir a alternativa é apostar no FIES 2019. Mas antes de apresentarmos como entrar em contato com o FIES 2019, iremos demonstrar os requisitos básicos e informações do programa. Ao fim do artigo, o leitor vai ter todas suas dúvidas resolvidas e ainda saber o telefone de contato da instituição.

Fundo de Financiamento Estudantil

O FIES foi desenvolvido pelo governo federal para que o aluno financie 100% do curso a sua escolha. O diferencial do programa é que os juros são mais baixos: apenas 6,5% ao ano. Desta forma é a escolha certa para o aluno que deseja ingressar em uma instituição particular, e não tem dinheiro.

Através da iniciativa é possível oferecer oportunidade de estudo para a população de baixa renda. Além disso, ajuda a popularizar o estudo para o nível superior. Como consequência isto permite mais profissionais qualificados e aptos para o mercado.

Como funciona

O programa possua uma grande quantidade de vagas, mas existe pré-requisitos para inscrição FIES que pode deixar os alunos de fora. São eles:

  • Alunos com pontuação inferior a 450 pontos no Enem e zero na Redação estão fora;
  • Os participantes da edição a partir de 2010 pode usar o critério para seleção;
  • É imprescindível ter matrícula de nível superior;
  • A educação básica deve constar no seu currículo escolar;
  • Declaração com renda abaixo de três salários;
  • Enquadrar nas exigências do edital do curso.

Para as inscrições é preciso:

  • Acessar o site do FIES. No site é possível consultar os editais e saber sobre novas inscrições.
  • No site é preciso inserir seus dados, como CPF, endereço de e-mail entre outros.
  • Em seguida ele vai obter a confirmação da inscrição com instruções para finalizar o cadastro.
  • Logo depois, basta colocar dados da Instituição de Ensino Superior, como curso e valor mensalidade.
  • Depois é preciso validar o cadastro no Sisfies 2019 e concluir com os dados do financiamento, aqui.
  • Caso ele seja pré-selecionado, basta entrar no Sisfies para concluir a inscrição.
  • Ao final o aluno irá fazer a matrícula na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA).
  • Finalmente com a validação é preciso ir ao Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal para efetuar o financiamento.

Quem pode solicitar o financiamento:

Telefone FIES 2019

Alunos com pré-seleção no processo seletivo do FIES de graduação. Estes cursos não gratuitos precisam ter a avaliação positiva do (SINAES). Além disso, as instituições precisam participar do programa e estar dentro das normas do FIES.

O financiamento pode ser:

  • Para os cursos de graduação com conceito maior ou igual a 03 no SINAES.
  • Os cursos presenciais precisam ter conceito maior ou igual a 03 no SINAES.
  • Já os que não têm a avaliação do SINAES deve contar com autorização e com cadastro no MEC.

Central de Atendimento

Como é um programa de financiamento é comum que os interessados apresentam dúvidas, principalmente no processo de inscrição e financiamento. Diante disso, para facilitar, existe uma Central de Atendimento que pode resolver estas questões. Por meio do 0800 FIES, o aluno pode entrar em contato e resolver as questões pelo Telefone FIES 2019.

Dúvidas e informações sobre o FIES em:

  • Central de Atendimento – 0800 61 61 61.

Formulário de contato: acesse aqui.

Curso Superior de Tecnologia em Web Design (Desenvolvimento Web)

O objetivo do Curso Superior de Tecnologia em Web Design (Desenvolvimento Web) é capacitar os alunos a:

Curso superior de webdesign
Curso superior de webdesign
  • Desenvolver aplicações em linguagens visuais e gráficas;
  • Utilizar conceitos de recursos visuais em aplicações e interfaces gráficas para web;
  • Desenvolver aplicações para o comércio eletrônico;
  • Programar aplicações para web em linguagem orientada a objetos;
  • Desenvolver interfaces com aplicações de bancos de dados;
  • Analisar as necessidades das empresas e usuários de aplicações para web;
  • Projetar, implantar e gerenciar ambientes web;
  • Utilizar conceitos e estratégias aplicadas ao Web Marketing eficiente.

PERSPECTIVAS

As possíveis posições assumidas pelo Tecnólogo em Web Design no mercado de trabalho são: Web Editor, Programador Web, Web Master, Administrador de Site e Páginas Web, Analista de Negócios Web, Gerente de e-Commerce ou Web Marketing e Consultor.

CURRÍCULO DO CURSO

MÓDULO I
Operação de Computador
– Sistemas de Numeração e Lógica Aplicada – 80h
– Arquitetura de Computadores – 120h
– Fundamentos de Software – 120h
– Comunicação e Expressão – 40h
– Inglês Instrumental – 80h
MÓDULO II
Linguagens de Programação
– Lógica de Programação – 120h
– Linguagem de Programação Orientada a Objetos – 120h
– Interfaces com o Usuário – 160h
MÓDULO III
Estrutura da Web
– Redes de Comunicação de Dados – 80h
– Bancos de Dados – 120h
– Desenvolvimento Multimídia em Estrutura Web – 200h
MÓDULO IV
Desenvolvimento de Aplicativos Web
– Marketing e Comércio Eletrônico – 120h
– Comunicação Visual para Web – 120h
– Programação de Páginas para Web – 120h
– Gestão de Projetos de Aplicações para Web – 160h
MÓDULO V
Empreendedorismo e Carreira
– Gestão Empresarial – 40h
– Mercado de Trabalho – 40h
– Organizações de Trabalho – 40h
– Gestão de Carreiras – 40h
– Ética, Direito e Internet – 40h
– Técnicas de Apresentação – 40h
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC – 120h
Diploma e Certificados Intermediários:
MI – Operador de Computador
MI + MII – Programador de Linguagens Orientadas a Objetos
MI + MII + MIII + MIV + MV + TCC – Tecnólogo em Web Design